11 Apr 2016

Eu lembro

Lembro que eu escrevia. Na minha cabeça, eu escrevia desde que eu aprendi a escrever. Primeiro versinhos em cartões de dia dos pais e das mães, depois diários, histórias até chegar nas poesias. Ah, as poesias. Como eram ruins. E quando comecei a ver literatura na escola, tentava imitar o estilo de cada autor estudado. Não lembro se encontrei meu estilo, mas lembro que escrevia e escrever fazia muito sentido para mim. Fazia todo sentido. Era o sentido. O sentido, a razão, a causa e a finalidade. Era porque sim. Não lembro quando perdeu o sentido. Mas lembro que. E hoje me fizeram lembrar que faz falta. Talvez seja hora de voltar.
Share This:    Facebook Twitter
_______________________________

1 comments:

Eva Miranda said...

Também sinto muita falta.